TRADUÇÃO

Traduzir Dê Português para Chinês Traduzir Dê Português para Espanhol Traduzir Dê Português para Italiano Traduzir Dê Português para Françês Traduzir Dê Português para Inglês Traduzir Dê Português para Alemão Traduzir Dê Português para Japonês Traduzir Dê Português para Russo

VOCÊ NÃO É RESPONSÁVEL PELAS ESCOLHAS DOS OUTROS

Uma das características mais marcantes do ser humano é a sua imprevisibilidade. Por mais parecidas que sejam as situações, a maneira de agir e reagir depende única e exclusivamente de cada indivíduo. 

Embora vivamos tentando fazer com que o outro faça aquilo que queremos, tudo baseado em nossas próprias experiências, nunca conseguiremos atingir o objetivo, se o outro não quiser. 

Aqui se encontra um grande dilema, visto que toda vida humana se dá, basicamente, na tentativa de convencer aqueles que estão a nossa volta que devem ser, fazer, falar e viver da maneira como NÓS achamos que deve ser. Quando, na verdade, mesmo para os nossos pequeninos, a escolha ainda é pessoal e intransferível. 

Vide, por exemplo, as escolhas primordiais da vida, como gosto da comida, cor preferida, música, etc. Por mais que tentemos fazer com que gostem das mesmas coisas que nós, sempre haverá escolhas ímpares. 

Ainda sobre isto, mesmo quando estamos em um grupo com todas as pessoas, aparentemente, querendo as mesmas coisas, ainda assim existem desejos e pensamentos divergentes. Tomemos como exemplo uma torcida organizada, onde todos querem o mesmo: a vitória do seu time. Contudo, uns querem o time montado de um jeito, enquanto alguns desejam outra formação. Existem os defensores do grupo "A" e "B". 

Enquanto passamos a maior parte do tempo tentando provar ao outro a importância de fazer da maneira como queremos, poderíamos passar esse período procurando saber o quanto podemos transformar nossas próprias atitudes. 

Sim, podemos ser ferramentas para ajudar outros a crescerem, mas nunca poderemos tomar as decisões por ninguém. Uma das grandes dádivas divinas é a capacidade do indivíduo de fazer as próprias escolhas. Junto com a mesma vem a certeza da responsabilidade pessoal sobre suas próprias atitudes. Mas, aí seria outra história, outro texto e outro tema. 

É claro, é possível haver aqueles capazes de impor suas vontades a outrem. Contudo, ainda assim, estar debaixo de tal imposição ainda se torna uma escolha. Mesmo que seja pelo princípio básico da sobrevivência.

TOP TRÊS DA SEMANA