03 novembro 2018

DEVERES DOS PAIS E FILHOS


Um dos maiores desafios da modernidade tem sido a conciliação entre os pais e filhos. Principalmente, diante das inúmeras investidas contra a família. Os ataques a esta entidade máxima na vida do ser humano tem tomado proporções estratosféricas.

O que temos visto é um ataque em massa, utilizando todas as armas existentes, para denegrir e destruir a figura do pai e da mãe e uma forma grotesca de tentar alienar os jovens com sofista de “liberdade”, mas que não passa de um modelo de controle sutil e devastador.

É evidente que quando se destrói o relacionamento entre pais e filhos, a base da sociedade também sofre uma ruptura. Afinal, nossas comunidades são formadas por famílias; estas contêm em seu âmago as figuras paternais e seus rebentos.

O relacionamento saudável entre pais e filhos é fundamental para o bem estar da sociedade. Contudo, as escolas, os programas de TV, os programas no YouTuber e demais canais de comunição, tendem a desfigurar este relacionamento, colocando os filhos como escravos que precisam de libertação.

Na verdade, o que ocorre é um culto a libertinagem, onde os valores morais, familiares e espirituais estão sendo distorcidos. A partir daí, o que temos é um ataque, de todos os lados, para destruir o relacionamento entre pais e filhos.

Precisamos nos posicionar como Filhos de Deus e estabelecer em nossos lares um padrão de relacionamento familiar alicerçados no amor, no respeito, no perdão e na aceitação do outro com suas qualidades e defeitos. Não podemos permitir que tais afrontas destruam a base divina para sociedade: a família.

Nos últimos dias é indispensável que segamos os o ensinamento do apóstolo Paulo: “Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; Para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra. E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor.” (Efésios 6:1-4).

Neste texto temos os deveres dos filhos: obedecer e honrar. Mas, também, o papel dos pais: criar, educar e respeitar. Cabe a cada um de nós observar quais são os nossos deveres e cumpri-los. Não podemos permitir que as influências externas destruindo o relacionamento das nossas famílias.


Leia também:


👉 A RESPONSABILIDADE É AMBILATERAL
👉 FAÇA O BEM
👉 O SENTIMENTO CHAMADO AMOR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PROFISSIONAIS HUMANOS