26 outubro 2018

O IMPORTANTE É QUEM VOCÊ DECIDE SER


Já fui chamado de magricela, mas também de gordinho. Já fui tachado de feio, e até de bonito (acreditem). Já tive o apelido de pequeno, e por incrível que pareça, disseram que sou grande. Um dia me chamaram de fracassado, outros disserem que sou vitorioso. Certa vez me chamaram até de ladrão, mas os amigos sabem que sou honesto. Disseram que era um perdedor, mas vivo como um campeão.

Estes foram apenas alguns pensamentos daqueles que me cercam. Alguns condizem com a verdade de quem sou, outros são apenas expressões utilizadas por quem não me conhece ou têm inveja de onde tenho chegado e para onde estou caminhando.

Talvez, você também esteja sofrendo algum tipo de ataque. É possível que se levantem pessoas tentando denegrir quem você realmente é. A questão não é o que dizem negativamente ao seu respeito, mas como você decide viver todos os dias.

Sempre haverá alguém a sua volta insatisfeito com a própria situação. Nestes casos, a primeira reação da pessoa é atacar o outro e tentar denegrir a imagem alheia, na tentativa de se justificar. Infelizmente, o ser humano tende a fazer duas coisas: jogar a culpa dos seus fracassos para cima de alguém ou tentar diminuir o sucesso do outro alegando algum tipo de irregularidade.

Para este tipo de gente, é como se ninguém fosse capaz de alcançar o sucesso sem precisar usufruir de meios ilícitos para alcançá-lo. Quer ver um exemplo simples? Para muitos pobres, todo rico é ladrão. Eles não conseguem conceber que o outro pode crescer, evoluir, conquistar... Só porque eles não conseguiram definem que ninguém poderá . Quando veem a pessoa no auge, tendem a atacar, utilizando sofismas aprendidos com indivíduos mal-intencionados.

Tenho aprendido que um dos grandes segredos para o sucesso é estar bem definido como pessoa. Desta forma podemos permanecer fieis ao propósito de vida que nos motiva e fazer as escolhas corretas para o futuro.

Confesso que, em um passado não tão distante, me deixei levar pelo medo do que iriam falar. Atualmente, me preocupo em que legado deixarei. Ninguém pode deixar um legado vivendo preso aquilo que os outros determinam ser o correto para a sua vida. Aliás, LEGADO, este será o tema do meu próximo livro. Aguardem!

O importante não é o que dizem ao teu respeito, mas o que você determina ser. E você, quem realmente define quem você é?



Um comentário:

PROFISSIONAIS HUMANOS