13 setembro 2018

A RESPONSABILIDADE É AMBILATERAL


Tenho visto muitas pessoas falarem sobre crescimento e sucesso, mas quando analisamos suas escolhas percebemos certa incongruência entre os seus desejos e as suas ações. Em muitos casos, parece que a pessoa perdeu até mesmo o juízo.

Isto me fez repensar sobre um assunto primordial para a vida humana: Responsabilidade. Pasmem senhores, quando buscamos o significado da palavra nos deparamos com, pelo menos, três conceitos diferentes para ser responsável: eu (responsabilidade pelas atitudes), o outro (responsabilidade em fiscalizar) e nós (responsabilidade Social.

É isso aí, ser responsável implica em saber conduzir a sua vida e suas escolhas observando tudo que está a sua volta e trabalhando para que todas estas coisas convirjam para o bem estar da comunidade onde está inserido.

Bem diferente daquele discurso adolescente: “já sou maior e responsável, por isto faço o que quiser!”. É bem verdade que esta mídia irresponsável alimenta este discurso e, ao invés de ajudar, acaba alimentando pensamentos e desejos que nada tem haver com verdadeiro significado de responsabilidade.

Na prática, ser responsável é ter sabedoria em como agir, não deixando que as emoções e desejos pessoais falem mais alto do que o bem comum. Dentro desta perspectiva, antes de tomar uma decisão é indispensável olhar para todas as consequências individuais e coletivas.

Quando trabalhamos no coaching a questão das metas, por exemplo, temos alguns pontos há observar antes de colocar tal objetivo em ação. Dentre eles temos: “Isto será bom para você?”, “É ecológico?”. A segunda pergunta não se refere, necessariamente, as questões ambientais relacionadas à natureza como um todo, mas se a escolha que estamos fazendo também será boa para aqueles com quem convivemos.

Desta forma, ser responsável é mais uma atitude de maturidade, em detrimento desta falsa liberdade (que mais parece libertinagem) difundida por alguns. Não existe responsabilidade unilateral, preocupada apenas com bem estar pessoal. Ela sempre será ambilateral. Sempre teremos que nos preocupar com os outros. Isto faz parte do viver em sociedade.


Leia também:






Nenhum comentário:

Postar um comentário

INCONFORMADOS COM O QUASE