24 dezembro 2015

ASSUMA SUAS RESPONSABILIDADES

Pior do que fracassar é ficar jogando para cima dos outros a culpa por nossas próprias incompetências. Só crescemos quando temos a coragem de assumir os erros, voltar atrás e trilhar um caminho melhor.

Quando olhamos apenas para o erro dos outros, para os problemas dos outros, perdemos o foco de nossos próprios projetos e a oportunidade de corrigir as falhas que nos impedem de alcançar o sucesso.

Infelizmente, o tempo perdido com reclamação nunca voltará. Como dizem por aí, podemos até correr atrás do tempo perdido, mas existem situações onde não dá mais para recuperá-lo.

A melhor coisa a fazer é assumir nossas próprias fragilidades, procurar compreender onde temos falhado e buscar alternativas para melhorar nosso desempenho.

Culpar os outros é sempre “melhor” e mais “fácil”, todavia, tal atitude não resolve os verdadeiros problemas. A melhor alternativa sempre será assumir os erros e buscar maneiras de melhorar.

Como disse Jesus: “tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão.” (Mateus 7:5).


Pense sobre isso!

22 dezembro 2015

DE QUAL LADO ESTAMOS?

Existem aqueles que se alegram com a desgraça (queda) alheia; existem aqueles que sentam e choram junto; mas, existem aqueles que não se conformam e estendem a mão para ajudar a levantar.

Aliás, muitos ficam de camarote torcendo pela queda do outro, como se fosse uma grande vitória, quem sabe uma vingança pessoal, ver o outro se “dando mal”. Infelizmente, vivemos em um tempo em que o egoísmo tem tomado o lugar do altruísmo.

É preciso voltar à essência e reaprender o sentido de amor ao próximo, de ajudar o outro nas suas necessidades. Como disse o apóstolo Paulo: “Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo.” (Gálatas 6. 2).

De qual lado estamos?


Pense sobre isto!

15 dezembro 2015

CUMPLICIDADE É UMA QUESTÃO DE INTELIGÊNCIA

Embora as pessoas olhem apenas para o lado negativo da palavra cumplicidade, aliás, a impressão é de que elas só conhecem o sentido ruim do termo, ele também indica alguns fatores importantes do caráter de alguém.

Um dos fatores envolvidos na cumplicidade é a amizade. É a capacidade do indivíduo de apoiar o outro em suas decisões, de aceitar os limites, as crenças, os valores e defeitos, sem querer mudar ou o outro.

O cúmplice demonstra total empatia pelo companheiro. Ele sabe ouvir, compreender, respeitar e motivar. Porém, por ser um amigo, também possui a capacidade de ser extremamente sincero, sem ferir ou magoar, sempre com o objetivo de ajudar o outro a crescer.

Como recompensa, a cumplicidade sela a amizade com o vínculo do amor e da confiança. Todos querem estar ao lado de alguém cujo caráter demonstra as características primordiais da lealdade. Todos buscam um amigo capaz de compartilhar momentos bons e ruins.

Para finalizar, quando estudava para escrever a matéria, fiquei espantado com um dos significados que o dicionário Aurélio dá para o termo: Inteligência. Quem poderia imaginar que a cumplicidade está relacionada com a inteligência? Entretanto, o autor foi extremamente feliz ao linkar um termo ao outro, afinal, não existe maneira melhor de atestar o grau de inteligência de um indivíduo do que observando a maneira como ele se relaciona com os demais.

Quando um casal é cúmplice, o amor é perfeito. Quando pais e filhos são cúmplices, a família é feliz. Quando amigos são cúmplices, a amizade é eterna. Quando uma pessoa é cúmplice, demonstra inteligência e se torna um sábio.

Sempre que alguém quer modificar o comportamento, os sentimentos e as escolhas do outro está demonstrando ter um caráter duvidoso, além de revelar-se insensível, egoísta, ciumento e incapaz de amar sem querer apenas benefícios próprios.

Quando decidimos agir com inteligência e ser cúmplices daqueles a quem amamos, recebemos em troca o mesmo nível de respeito, honra e carinho que dispensamos.


Pense Sobre Isso!

18 novembro 2015

CADA HISTÓRIA UMA SENTENÇA

Caro Leitor.
O mundo está repleto de histórias de sucesso ou de fracasso. Porém, em todas elas uma coisa sempre fará toda a diferença: a atitude – ou reação – humana.
Os três personagens a seguir, por exemplo, tinham tudo para dar errado. João é um homem de meia idade que já poderia ter dado cabo da vida, afinal, há pouco tempo perdeu tudo o que tinha em uma tragédia, inclusive entes queridos. Marta, uma jovem cheia de sonhos, cursando faculdade de direito, foi abandonada pelo noivo as vésperas do casamento.  Diego, um adolescente cursando o ensino médio, viu seu mundo ruir quando descobriu a decisão dos pais de se divorciarem.
Três histórias onde os personagens tinham tudo para desistir, jogar a toalha e se entregar.  Entretanto, deram a volta por cima, tiraram força de onde nem acreditavam existir, colocaram a sua fé em ação e venceram.
Pode não parecer, mas histórias como estas se repetem a todo instante. Algumas com desfecho maravilhoso, outras com final desastroso.  Tudo dependerá da maneira como os indivíduos reagem diante de cada situação.
A diferença do João, da Marta e do Diego para a maioria foi a capacidade de superar as dificuldades, de não se entregar diante das circunstâncias ruins, de aprender com a situação e dar a volta por cima. Isso é o que chamamos de resiliência.
A Bíblia está repleta de homens e mulheres que surpreenderam, mesmo quando todos davam o seu fim como certo. O livro de Hebreus separa uma sessão inteira para falar dessas pessoas e termina dizendo que são os heróis da fé.
O segredo para alcançar o êxito não está em viver uma vida sem desafios, mas em manter o domínio próprio nas adversidades, recobrar a visão em tempos nebulosos, alinhar-se novamente quando derrubado, restabelecer o seu alvo e prosseguir.
Vivemos um momento conturbado da história. Em todos os lugares só se ouve falar em crises, guerras, destruição, miséria, etc., porém, como reagiremos diante de cada situação é o que fará toda a diferença.
Para cada história existe uma sentença diferente, tudo depende das escolhas nos momentos de provação. Qual será a sua sentença? Como você será conhecido por aqueles que lhe cercam?

Pense sobre isso!

22 outubro 2015

ESQUECENDO O PASSADO

Permitam-me compartilhar com vocês a resposta que dei ao questionamento de um irmão que está sofrendo, pois, segundo ele, as lembranças do passado lhe faziam questionar onde estaria hoje se não fossem suas escolhas equivocadas e se um dia esqueceria os seus erros.

A vida é feita de erros e acertos. Cada situação que passamos é uma oportunidade de crescimento. Independente do que aconteceu no passado, ele já não existe mais. Fomos criados para crescer, evoluir, isso significa abandonar as amarras do erro e prosseguir na caminhada.

Focar no erro, pensar como poderia ter sido ou onde estaria não lhe trará mudança. O que importa é o que fará daqui para frente, é a decisão de buscar transformação, definir seu futuro em Deus, sem deixar que o passado lhe condene. Paulo Declarou certa vez: "esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus." (Filipenses 3:13,14).

É claro que não esquecemos aquilo que ficou para trás, não esquecemos os erros, isso seria amnésia. Mas, temos todos os dias a oportunidade do arrependimento. Isso significa ter a possibilidade de encontrar perdão para nossas falhas, a liberdade de reescrever a nossa história e recomeçar. Outra coisa importante em relação ao passado é que podemos aprender com ele.

Segundo o apóstolo Paulo, nosso foco principal não pode ser no passado, mas em viver o presente com a esperança de alcançar o futuro maravilhoso preparado por Deus. Como dito acima, não podemos apagar o passado, mas podemos nos arrepender, aprender com o erro e recomeçar de onde paramos.

Deus tem sempre algo melhor preparado para nós. “Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança.” (Jeremias 29:11).

A decisão mais importante da sua vida estará sempre sendo tomada agora!

Pense sobre isto!

IR ALÉM

Já cheguei mais longe do que imaginava, realizei mais projetos do que sonhei e, talvez, alguns digam que tenho mais do que mereço. Entretanto, se Deus permitir quero ir mais longe, conquistar novas fronteiras e realizar novos projetos.

Existem inúmeras possibilidades de fazer algo novo, de ir mais longe, de superar a si mesmo, surgindo a todo o instante. Só fica parado quem se acostumou com a mesmice. Fomos criados com a capacidade de superação, de ir além...

Deus sempre faz infinitamente mais do que tudo que pedimos ou pensamos. Ele sempre abre novas portas e concede novos sonhos. Sara riu quando Deus prometeu um filho a Abraão, mas Deus disse: “Creia!”, ele creu e foi pai de uma grande nação. Quando Israel saiu do Egito e parou em frente ao mar, Deus disse: “Prossiga!”. Eles prosseguiram e o mar se abriu.

Infelizmente, muitos creditam a Deus sua incapacidade de ir além, justificando-se atrás da suposta vontade divina. Entretanto, a maioria sempre ouviu de Deus a ordem: “Prossiga!”


E você, vai ficar parado? 

02 outubro 2015

HOJE

Bom dia! Gostaria de agradecer a todos os amigos que enviaram felicitações natalinas. Embora não tenha conseguido responder uma a uma, sou muito grato a Deus por poder compartilhar com vocês mais um ano de vida.

Como não poderia deixar de ser, essas datas nos levam a meditar sobre os reais valores da vida como: família, amigos, saúde, etc. e é justamente isso que realmente importa.

O maior tesouro de um indivíduo não são seus bens, suas riquezas e conquistas individuais. Não que elas não sejam importantes, só estão em uma escala de valores inferior. Afinal,a capacidade de valorizar as pessoas que estão a sua volta e desfrutar de cada segundo com elas está acima de qualquer financeiro. 

Viver intensamente os relacionamentos e, seguindo as palavras do Mestre dos Mestre, "amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo que a ti mesmo", isso possui um valor imensurável.

Portanto, HOJE é uma excelente oportunidade de olhar nos olhos do cônjuge e dizer que lhe ama, pedir-lhe perdão e liberar perdão. 

Hoje é o dia de abraçar e desfrutar da presença do filho; de conversar com um amigo; de ajudar ao necessitado; de fazer o bem aqueles que estão a sua volta.

Hoje é um excelente dia para amar, perdoar, sorrir, cantar... Esse é o dia que Deus nos deu para desfrutarmos intensamente das maiores riquezas da vida.

Pense sobre isso!

20 setembro 2015

INVOLUÇÃO

Conversando com um amigo sobre a mudança de valores das pessoas nesses últimos anos, acabei refletindo melhor sobre o assunto e perceber que o problema é ainda mais sério do que pensamos. 

É verdade, cada um tem a liberdade para fazer o que quer da sua vida. Todavia, não podemos esquecer que vivemos em comunidade e as ações de um podem refletir no todo.

Quando princípios elementares da vida em sociedade são mexidos, percebe-se como coisas tão pequenas são essenciais para a vida . Até mesmo aquelas que julgávamos insignificantes. 

Não é de admirar como a maioria acabou se afastando desses valores, visto estarem debaixo de uma influência muito forte daqueles que persistem em destruir os alicerces da vida em comunidade. 

Palavras como respeito, compromisso, lealdade, amizade, etc., perderam totalmente o significado.

Ao que tudo indica, nossa sociedade está vivendo uma Involução. Estamos regredindo aos tempos da "caverna", onde a ignorância sobrepujava a racionalidade. 

Precisamos ter a coragem e assumir nossa responsabilidade diante de uma geração onde tais princípios já não se fazem mais tão importantes. 

Diante desse quadro, é extremamente necessário termos a coragem de lutar pelo restabelecimento dos valores essenciais para o sucesso de uma vida em sociedade.

Pense sobre isso!

18 setembro 2015

APRENDIZADO DIÁRIO


Que possamos fazer de hoje um dia de aprendizado: aprender que os erros, após alcançarmos o arrependimento, podem nos ensinar algo; que uma discussão pode nos ensinar sobre o perdão; que a afronta deve dar lugar a graça; que as brigas nos apontam em direção a misericórdia...


Pense sobre isso!

16 setembro 2015

SABEDORIA NO OUVIR

A maioria das pessoas têm a facilidade de falar tudo o que pensam, como vem a cabeça. Como elas dizem: são verdadeiras, sinceras e não mandam recado, falam na "cara". 

Infelizmente, essas mesmas pessoas também possuem a maior dificuldade de ouvir aquilo que os outros pensam, principalmente, quando isso confronta as suas crenças e coloca em xeque seu ponto de vista.

Como disse Tiago: "Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar." (Tiago 1:19).

Existe mais sabedoria em ouvir do que em falar!

Pense sobre isso!

21 agosto 2015

A VERDADEIRA TRANSFORMAÇÃO

Caro leitor.

Vivemos na era da informação, a todo o momento elas chegam como ondas na praia. Mal acabamos de processar uma coisa e já surgem novos conceitos, novos conhecimentos, novas notícias... Tudo isso seguido da imposição social de assimilar o novo e permitir que façam parte do nosso dia a dia.

Agora, na verdade, será que toda essa enxurrada de “conhecimento” vem produzindo realmente algo novo, ou são apenas conceitos, estrategicamente impostos, na tentativa de controlar os mais volúveis?

Os poetas, jornalistas, escritores, ativistas políticos e frequentadores de rodas de amigos falam muito em mudar a maneira de pensar, que é preciso aceitar os novos conceitos éticos, morais e sociais, mas será que isso é verdade?

Isso porque, metanoia não significa apenas assimilar novos conceitos, ter novas ideias. Na verdade, esse termo está mais relacionado à qualidade dos seus pensamentos do que propriamente ao novo.

Quando falamos em mudar a mentalidade, nos referimos a uma conversão onde os pensamentos ruins passam a dar lugar a pensamentos edificantes, capazes de conduzir a um crescimento físico, moral e espiritual.

Note, a questão não é apenas pensar de forma diferente, mas esse pensamento deve ser capaz de lhe conduzir a uma mudança geral de pensamentos e conduta. Está mais ligado a uma evolução constante no caráter, do que propriamente concordar com os demais.

Quando falamos de metanoia, não nos referimos apenas em ter novos pensamentos, afinal, esse novo pensar pode ser prejudicial. Por exemplo: Eva mudou o seu conceito em relação a árvore do bem e do mal, isso não foi bom; Hitler mudou o seu conceito de patriotismo, isso não foi bom; o filho mudou sua maneira de ver as drogas, isso não foi bom.

Toda mudança que não nos leva ao crescimento, a desenvolver o potencial para o qual fomos verdadeiramente criados, é prejudicial.  É preciso mudar sim, mas isso não pode nos afastar do propósito principal. Pelo contrário, deve nos conduzir para mais perto da realização do projeto de Deus para nossas vidas.

Como disse o Apóstolo Paulo: “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” (Filipenses 4:8).

Realmente, metanoia é um convite a transformação, mas isso não significa mudar princípios. Pelo contrário, é uma convocação a restabelecer o propósito divino para sua vida. Mudar é preciso, mesmo que isso signifique voltar às origens.

21 julho 2015

DESPERTE O POTENCIAL QUE HÁ EM VOCÊ

Quero começar com uma pergunta simples e gostaria que respondesse com toda sinceridade a pessoa mais importante da sua vida, VOCÊ: O quanto você tem utilizado todo o potencial que Deus lhe deu?

Muitas pessoas estão vivendo de forma medíocre porque nunca procuraram descobrir quais são suas verdadeiras habilidades. Estão acostumadas a mesmice, encostadas em suas desculpas, para justificar o seu fracasso.

Algumas por medo, outras por traumas, e até por acomodação. Esse tipo de gente fica satisfeita com as “esmolas” recebidas durante sua breve existência (ou seria inexistência). Infelizmente, nunca desenvolverão todo o potencial para o qual foram criadas.

Quando fomos criados a semente para crescermos foi colocada dentro de nós. “E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.” (Gênesis 1:27,28).

Perceba, todo ser humano foi criado com a capacidade de crescer, evoluir, liderar e governar. Embora uma grande maioria prefira viver acreditando ser incapaz de fazer qualquer uma dessas coisas, Deus nos criou e colocou a semente do potencial dentro de nós.

Infelizmente, existem pessoas guiadas por crenças limitadores, que as afastam do verdadeiro projeto divino. Essas crenças podem ser: traumas do passado, frases pejorativas, medos, incertezas, etc., identificá-las e combatê-las é o início do processo de transformação.

Chegou a hora de despertar o potencial que há em você e ser tudo aquilo para o qual você foi criado. Então, o que tem lhe impedido de utilizar o seu potencial? Quais são as desculpas mais utilizadas por você nos últimos dias?

Pense, reflita e elimine todo pensamento que lhe impeça de desenvolver todo o seu potencial!

17 julho 2015

A CRISE PRODUZ OPORTUNIDADES

Imagine uma reunião de cúpula onde se encontram os governantes de um país para discutir sobre o futuro da nação. Em determinado momento o presidente se levanta, toma a palavra e conta um sonho estranho e aterrorizador que tivera na noite passada. Sem entender muito bem, comenta sobre o assunto com seu staff, mas ninguém entende uma vírgula do sonho, alguns até cochicham dizendo que ele está ficando meio maluco.

De repente, entra um maluco e começa a falar que aquele sonho, na verdade, é o prenúncio de uma grande crise e todos devem se preparar, pois em breve ela acometerá a nação.

Pode parecer cena de um filme apocalíptico de Hollywood ou noticiário de jornal brasileiro, mas esse episódio se repete todos os dias em nossas vidas. É bem verdade que estamos envoltos em uma enxurrada de notícias catastróficas apontando para uma crise nacional. Todavia, a todo o momento estamos sofrendo algum tipo de crise, seja ela financeira, familiar, profissional, espiritual e até emocional.

Algumas crises são pequenas e passam tão rápido que nem percebemos, outras demandam um pouco mais de energia para vencê-las. Entretanto, somos desafiados todo o instante a transpor nossos limites e superar os desafios.

É possível que hoje mesmo você esteja vivendo um desses momentos desafiadores, mas não desanime, a crise é uma grande oportunidade de crescimento e amadurecimento. Os grandes personagens da história só alcançaram a glória após vencer suas próprias batalhas.

Vide José, antes de se tornar governador foi traído, vendido, acusado injustamente, humilhado e encarcerado. Porém, mesmo em meio a essa turbulência, permaneceu fiel aos seus princípios e propósitos. Como recompensa, tornou-se governador da maior nação de sua época.

Toda crise traz com ela inúmeras possibilidades de crescimento. Infelizmente, a maioria só foca no feio e esquece-se de analisar a situação como um todo, em busca de uma solução para os problemas.

O grande segredo para transpor esses momentos está em não focar na crise, mas sim na solução. Você se surpreenderá quando começar a olhar a sua volta e perceber as inúmeras oportunidades de crescimento geradas durante o caos.

O apóstolo Pedro viu na cruz uma catástrofe, Jesus viu uma oportunidade para restaurar a aliança entre Deus e a humanidade. Eles olhavam para o mesmo lugar, mas enxergavam coisas diferentes. Um procurava o problema, o outro a solução.

O que você tem escolhido ver na crise? Seu foco está no problema ou na solução? Quais as atitudes você tem tomado para vencer durante a crise?


Pense sobre isso!

02 julho 2015

O LÍDER CHAMADO JESUS

É interessante como Jesus era um homem além do seu tempo. Ele possuía uma visão de liderança completamente diferente da dos seus contemporâneos; falava com um amor, uma paixão; defendia cada ponto de vista de forma intensa e ao mesmo tempo cautelosa. Quando confrontado sobre sua liderança ou ensinamento, não se irava, não agredia, não reagia, simplesmente agia.

Enquanto os demais líderes políticos e religiosos tentavam a todo o custo encontrar alguma brecha, por menor que fosse, para denegrir a sua imagem, Ele correspondia com sabedoria. Quando suas atitudes eram questionadas, mantinha sua posição. O Mestre nunca declinou de uma de suas palavras, nunca justificou um ato ou entrou em uma discussão desnecessária.

Suas atitudes nos inspiram até hoje, pois elas mudaram a estrutura da visão de liderança que aquele povo tinha, mas continuam atuais até os dias de hoje. Vide os diversos livros – religiosos ou não – escritos a partir da visão de liderança instituída por Ele. Isso sem contar as estratégias empresariais, os cursos de liderança, as ONG´s, igrejas, monastérios, etc.

Essa diferença de estilo de liderança incomodava os líderes de sua época, mas também inspiravam a multidão. Sua pregação, sua forma de falar, sua maneira de comunicar, seus gestos e olhares, tudo isso era capaz de traduzir pensamentos e sentimentos. Jesus inspirou, motivou, transformou, curou... Tudo isso porque Ele tinha a visão bem clara de sua missão.

Quando um líder tira o foco de suas necessidades e trabalha para levar o seu liderado ao crescimento alcança níveis de desempenho e dedicação incalculáveis. O motivo, as pessoas querem sentir-se amadas, respeitadas e encorajadas. Elas querem alguém que lhes transmita esperança, que lhes mostre o caminho e lhes dê uma direção.

Os verdadeiros líderes são aqueles que levam os seus liderados a uma vida diária de crescimento e dedicação; são aqueles que implantam, através de suas atitudes, paixão pela vida e pelos outros; são aqueles que inspiram mudanças e não impõem sua própria vontade!


25 junho 2015

ATITUDES PARA VENCER A TENTAÇÃO

Um dos episódios mais famosos da vida de Jesus foi a tentação no deserto. Diversos autores, pregadores, palestrantes, leigos e teólogos já comentaram sobre o assunto e fizeram suas ponderações. No entanto, hoje pela manhã, enquanto lia o texto, fiquei impressionado como ele aponta diretamente para a humanidade do Messias.

Agora, mais importante do que a tentação, foi a atitude do Mestre em relação ao seu tentador. Diferente de nós, em momento algum Ele ponderou brincar com o pecado; em hipótese alguma ele titubeou diante das investidas do inimigo; Ele não deu margem para o erro. Provavelmente, Paulo pensava sobre isso quando escreveu aos efésios dizendo: “Não deis lugar ao diabo.” (Efésios 4. 27).

Infelizmente, em quase 101% das vezes em que caímos, independente de qual seja o erro, nós agimos completamente diferente de Jesus. Ao invés de resistir, brincamos com o erro, agimos como se ele fosse um objeto de estimação.

Isso me faz lembrar um gato brincando com o rato. Num primeiro momento, o ratinho fica até feliz, pois o gato o encurrala em um canto e o deixa fugir para o outro; dá umas pequenas patadas só para derrubá-lo e finge que o deixará partir. Porém, quando o rato menos espera o felino deixa de lado a docilidade e o abocanha, findando sua breve existência na terra.

Essa cena se repete todos os dias com o ser humano, com uma diferença, o gatinho é um pouco mais feroz e tem o poder de não apenas matar, mas levar a uma destruição eterna. Assim como o gato, o inimigo de nossas almas não está brincando, está apenas se divertindo.

Nessa luta, é preciso tomar as mesmas atitudes de Jesus: fidelidade ao Pai, zelo pela palavra e firmeza em seu propósito. Somente dessa forma poderemos vencer as investidas do inimigo para nos fazer desviar do propósito. 

24 junho 2015

ADORAÇÃO SIMPLES E PURA

É interessante como a alegria da adoração está sempre de mãos dadas à dissimulação daqueles que querem apenas aparecer. Por mais estranho que parece, em um mesmo lugar é possível distinguir pessoas com honestidade de propósito das desonestas em seu propósito.
Vide o nascimento de Jesus, um momento singular em toda história, mas com duas reações completamente diferentes. A primeira dos famosos reis magos, homens íntegros, poderosos e com um coração puro, desejoso de adorar ao Rei. A segunda reação a do rei Herodes, um governante ganancioso, orgulhoso e cruel.
Os primeiros entregaram o seu melhor, nunca quiseram ser descobertos, nem seus nomes são revelados nas escrituras. A intenção maior dos seus corações era adorar ao Rei. Para eles o Senhor era a pessoa mais importante naquele momento.
Quanto a Herodes, a história conta por si mesma, um homem cruel e orgulhoso que queria tudo girando em torno de si mesmo. Todas as suas atitudes transpareciam a ganância e mentira que governavam seu coração.
Não é diferente nos dias de hoje, muitas pessoas estão adorando ao Senhor sinceramente, sem o desejo de aparecer ou ser reconhecido pelos homens por causa disso. Em contra partida, muitos querem a glória que não lhes pertence e o louvor a qual não possuem qualquer direito.
É fácil reconhecer esses dois tipos de pessoas. Os verdadeiros adoradores estão sempre sumindo, não estão preocupados em ser reconhecidos ou ter seus nomes colocados em um outdoor. O desejo intenso e quase louco do seu coração é revelar o Senhor e compartilham do mesmo sentimento de João Batista: “É necessário que ele cresça e que eu diminua.” (João 3: 30).
Do outro lado da equação estão os falsos adoradores, pessoas orgulhosas, com um desejo louco de serem reconhecidas, sempre com uma opinião contrária formada sopre todo. Esse tipo de gente está sempre entrando em conflito com os demais na tentativa de provar que estão certos, tudo que fazem é melhor ou mais salutar do que os demais.
Elas sempre chamam a atenção para si, querem (consciente ou inconscientemente) a glória que não lhes cabe. Se isso não acontecer atacam a todos os que estão a sua volta, assim como Herodes: “Então Herodes, vendo que tinha sido iludido pelos magos, irritou-se muito, e mandou matar todos os meninos que havia em Belém, e em todos os seus contornos, de dois anos para baixo, segundo o tempo que diligentemente inquirira dos magos.” (Mateus 2: 16).
Os verdadeiros adoradores estão preocupados em propagar o Reino de Deus, os falsos querem divulgar o seu próprio reino. Os verdadeiros adoradores falam das coisas grandiosas que Deus fez, os falsos só falam dos seus “grandiosos feitos”.
Como disse o apóstolo Paulo: “Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.” (Romanos 11.36). A adoração é simples, pura e isenta de qualquer tipo de glória, satisfação ou benefícios pessoais.

De qual lado estamos?

02 junho 2015

O PODER DA HOSPITALIDADE

Estava pensando e, como de praxe, fui pesquisar um pouco sobre o significado da palavra Hospitalidade. É claro que nessa odisseia encontrei diversos textos, estudos e etc. falando sobre o assunto, mas todos eles sempre convergiam a um mesmo ponto, o significado da palavra.
Literalmente, hospitalidade significa receber alguém para estadia por um tempo determinado. Entretanto, podemos ir um pouco mais além, pois a etimologia da palavra nos remete a um sentido mais profundo do que o habitual.
Ela indica mais do que apenas receber, ela aponta para qualidade como se hospeda alguém. Afinal, qualquer um pode deixar alguém dormir em sua casa. Todavia, a hospitalidade é a qualidade de alguém capaz de acolher o outro suprindo todas as suas necessidades e de forma cordial, sem perder a qualidade do tratamento.
Dessa forma, mais do que receber o outro, é aceitar essa pessoa independente de suas forças ou fraquezas; perfeições ou imperfeições. É aceitá-lo como ele é. Isso lhe lembra alguém?
Olhando por essa perspectiva, compreendemos porque tamanha crise na sociedade. Falta à hospitalidade, a capacidade de acolher o outro com amor, respeito e consideração.
Diante dos novos rumos tomados pela sociedade, a hospitalidade vem perdendo espaço. Atualmente, as pessoas já não estão mais preocupadas com o tratamento que darão ao seu próximo. Tudo que elas querem é saber “quanto vão ganhar com isso”.
Certa vez Jesus declarou: “Tudo o que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles. Esta é a lei e os profetas.” (Mateus 7: 12). O Mestre estava nos ensinando, justamente, sobre a primazia da hospitalidade. Nessa sequência, primeiro eu trato o outro com cordialidade, respeito e integridade, depois recebo de volta os frutos desse tratamento.
A hospitalidade fala, diretamente, sobre a forma de tratamento. Sendo assim, fica mais fácil descobrir o porquê de muitas famílias estarem em crise. Afinal, marido e mulher; pai e filho vivem debaixo do mesmo teto, mas não existe cordialidade.
Os lares parecem mais ringues de UFC. Os membros da família vivem como gladiadores. A troca de “farpas” transforma qualquer conversa em um combate sangrento onde todos saem feridos.
O que dizer dos estabelecimentos comerciais? Muitos empresários reclamam da queda nas vendas, mas na maioria das vezes entramos em uma loja e somos muito mal recebidos. O que mais encontramos são vendedores, no mínimo, desatentos; mal encarados e grossos.
Com certeza, você não retornará a uma loja onde foi mal tratado pelos funcionários. Em um mundo competitivo como o nosso, a hospitalidade faz toda a diferença.
Esse conceito pode se estender para todos os setores da sociedade onde exista relacionamento humano. Seja médico, dentista, jardineiro, promotor, porteiro ou qualquer outra profissão, um dos segredos do sucesso está na maneira como você recebe o outro, ou seja, no seu nível de hospitalidade.
Tudo na vida é uma semeadura, colhemos somente aquilo que plantamos e na medida como plantamos. Se recebermos mal as pessoas, seremos também mal recebidos. Como diz o poeta: “Gentileza gera gentileza!”. Da mesma forma, hospitalidade produzirá frutos de hospitalidade.

Como você tem tratado as pessoas a sua volta? Que tal repensar um pouco suas atitudes ou seu modo de falar? O que nos impede de mudar a maneira como tratamos as pessoas? 

25 maio 2015

AVISO

Caros Leitores do blog, bom dia!

Gostaria de pedir-lhes desculpas, pois por algum motivo, que não sei qual é, foram retiradas todas as imagens antigas do blog. Porém, as matérias continuam aparecendo normalmente. 

A CHAVE PARA O REINO

Dois homens subiram ao monte juntos para orar. Chegando lá, os eles se ajoelharam e começaram suas orações. Até aí tudo bem, se não fosse a diferença notória na postura de cada um deles.
Um levantou a sua voz, manifestou uma postura opulenta e de olhos altivos, não se curvava diante do Senhor. O outro, com seu coração contristado e olhos marejados, balbuciava palavras de arrependimento enquanto as lágrimas escorriam lentamente pelo seu rosto e pingavam no chão.
O primeiro fazia da sua oração uma grande oportunidade de mostrar sua conduta exemplar e o quanto se orgulhava de não ser um pecador como o colega ao lado. O segundo, clamava, agora em voz alta, enquanto suas lágrimas encharcavam o chão: "Senhor, me perdoe, pois sou um pecador e necessito do teu perdão!".
Infelizmente, a maioria ainda age como o primeiro, achando que sua fraca conduta é o suficiente para salvá-los, esquecendo-se que o segredo da graça não está no mérito pessoal, mas no arrependimento.
O arrependimento não é justificativa, mas uma profunda constrição pelos seus erros, reconhecendo ser incapaz de alcançar o perdão pelos méritos pessoais.
Normalmente, todos estão preocupados com o ativismo. Mas, não se agrada a Deus através das obras; não é a capacidade elucrubativa; não é sua eloquência; nem sua persuasão; muito menos as coisas maravilhosas que já fez, tudo isso é importante, mas qualquer pessoa pode fazer.
A chave para entrar no Reino de Deus é o ARREPENDIMENTO. Jesus declarou: "Arrependei-vos, pois é chegado o Reino de Deus!". Essa mensagem era mais do que um mero discurso, ela é um princípio do Reino, indicando que só se chega à presença de Deus através do arrependimento.
Infelizmente, muitos se perdem ao pensar que suas ações são o suficiente para agradar a Deus. Eles se esquecem que para encontrá-lo é preciso, acima de tudo, arrependimento.
A porta que leva ao trono da graça já foi aberta através da morte sacrifical de Jesus na cruz do calvário. Naquele momento o Messias se tornou o caminho que nos leva de volta para o Pai. Todavia, para entrar é preciso utilizar a chave correta.
A Bíblia nos garante o seguinte: “Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade, e cujo nome é Santo: Num alto e santo lugar habito; como também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e para vivificar o coração dos contritos.” (Isaías 57: 15).

Os termos “Contrito” e “Abatido” indicam as qualidades de um coração arrependido, que anseia por estar na presença do Rei. Em contra partida, também há uma garantia de que Ele abrirá as portas da sala do trono aqueles que se rendem completamente a sua vontade.  

08 maio 2015

APROVEITE O DIA DE HOJE PARA MUDAR A SUA HISTÓRIA


As coisas que aconteceram ontem não voltam mais, sejam elas boas ou ruins. Elas servirão apenas de experiência de vida ou como ancora para o seu crescimento e sucesso. Ficar olhando para o passado não mudará em nada sua vida. 

Portanto, perdoe aqueles que lhe feriram; arrependa-se dos seus erros; peça perdão aqueles a quem você feriu. Para viver a plenitude do presente é preciso se desgarrar completamente das amarras do passado. 

Deus tem uma vida abundante esperando você. Vivê-la está mais ligado as suas escolhas hoje do que dos acontecimentos do passado. Porém, é preciso desvencilhar-se completamente das coisas que lhe prendem lá!

02 abril 2015

INIMIGO ÍNTIMO


Os piores inimigos do homem não são aqueles que vivem fora, mas os que vivem dentro. 


São aqueles que estão escondidos no porão de suas almas. Eles se fazem de amigos, mas não passam de sabotadores de projetos.


Estão disfarçados de pensamentos bons; desejos agradáveis; sentimentos acalentadores, mas que não passam de Inimigos Íntimos, sempre sabotando os projetos pessoais. 

Por trabalharem de forma tão sutil, quase não se percebe sua presença. Eles agem como a voz oculta da consciência.

Descobrir quais são seus sabotadores é fundamental para o crescimento pessoal e o sucesso na vida. 

30 março 2015

FOCANDO NO LUGAR CERTO

Existem pessoas que vivem olhando só para o problema. Focam na dificuldade, no erro, na falha, no feio...

Não conseguem perceber que esta atitude apenas impede o seu crescimento e desenvolvimento. 

São aqueles que só veem o erro dos outros e nunca as qualidades; só observam as dificuldades e nunca os benefícios. 

O grande segredo para viver bem não está em focar no problema, mas na solução. 

Principalmente, em olhar para aquilo que NÓS podemos fazer de diferente. 

Enquanto ficarmos esperando a mudança do outro viveremos as margens do sucesso. Olhar para dentro e perceber quais são as áreas de mudança pessoal é o segredo para uma vida de transformação. 

É preciso parar de focar no lugar errado, olhar para o certo, pois só dessa maneira conseguiremos crescer. 

Pense sobre isso! 



27 março 2015

SEMEADURA

Tudo na nossa vida é reflexo de nossas semeaduras, seja na família, no trabalho, na igreja, nas finanças. 

Sendo assim, separe esse dia para semear na vida daqueles que estão a sua volta. 

Lance sementes de amor, carinho, respeito, amizade, companheirismo, paz... 

Ao invés de julgar o outro por não fazer algo que não lhe agrada, tome as atitudes com a qual você se alegria de ver no outro. Isso faz parte da nossa semeadura e é um grande investimento para o futuro.

28 janeiro 2015

RESPONSÁVEIS PELO NOSSO FUTURO

Normalmente, em tempos difíceis, costumamos dizer que estamos em uma encruzilhada, e é verdade, pois é preciso tomar uma decisão. Sempre estará diante de nós o Desistir e o prosseguir; o certo e o errado. 

O que fará toda a diferença é a nossa escolha. Precisamos lembrar que somos responsáveis pela nossa história. Nós determinamos o caminho que seguiremos. 

Porém, também somos os responsáveis pelas consequências. Colheremos no futuro aquilo que plantamos no presente. Lá na frente rir ou chorar será apenas fruto das escolhas certas ou erradas de hoje. 

A responsabilidade será sempre nossa. Não será do pai ou da mãe; do esposo ou da esposa; do pastor ou do padre; do patrão ou do funcionário, do amigo... De Deus. Será sempre, e impreterivelmente, nossa. 

Somos todos responsáveis pelo nosso futuro. Tudo que acontecer daqui para frente será consequência das decisões tomadas anteriormente.

Pensem sobre isso!

22 janeiro 2015

LIBERDADE

Liberdade não é fazer o que você quer, mas responsabilidade para tomar grandes decisões, discernindo perfeitamente entre o que é certo ou errado.

É compreender que o bem estar do grupo é mais importante do que os seus desejos. 

É deixar de lado o egoísmo cego e praticar o altruísmo.
Liberdade é compreender que tudo tem um limite a ser respeitado. É respeitar esses limites. É não esquecer os princípios. Não é fazer tudo o que quer, mas fazer tudo que é preciso fazer. 

Liberdade é respeitar o espaço do outro. É não invadir a privacidade alheia. É deixar o outro seguir em frente, mesmo que desejemos que fiquem.

Liberdade é o estado de uma alma curada, de um espírito reto, de uma vida restaurada.

PROFISSIONAIS HUMANOS