25 novembro 2013

Oração é Relacionamento

A oração é a chave do relacionamento entre o homem e Deus. Infelizmente, a maioria das pessoas vem perdendo o seu nível de intimidade com o Pai por deixar de praticá-la.   
Assim como um relacionamento afetivo não pode perdurar se o casal negligenciar o diálogo, perdemos a intimidade com Deus quando relaxamos em relação à oração.
Através da oração saímos do temporal e entramos na eternidade, onde o Eterno habita. Nesse momento abrimos as portas da nossa intimidade para que o Pai possa entrar e se relacionar conosco.
A oração é o clamor da alma. Ao se render a Deus em oração estará declarando a Ele sua total dependência, buscando o cumprimento da perfeita vontade dEle em sua vida. A oração é fruto de um coração quebrantado, rendido e apaixonado.
Se as pessoas compreendessem como as coisas são liberadas no mundo espiritual quando nos rendemos ao Todo Poderoso em oração, não perderiam tanto tempo buscando alternativas em outros lugares.
Tudo que o Pai deseja é poder manter um relacionamento de intimidade com os seus filhos. Mas, infelizmente, muitos têm agido como adolescentes imaturos que preferem a inexperiência dos colegas à sabedoria dos conselhos paternos.

Renda-se a Deus em oração, permita-lhe conhecer as profundezas da sua alma através da contrição e do arrependimento. Somente dessa forma poderás aprofundar-se nesse maravilhoso relacionamento.

22 novembro 2013

A Revolução Começa em Nós!

A melhor revolução que você pode fazer é dentro de você mesmo! Comece mudando as suas atitudes, pois com o tempo serás capaz de influenciar com seu exemplo aqueles que estão a sua volta.
Não faz o menor sentido querer buscar a transformação do outro, enquanto a sua vida continua parada. Saia da mesmice, transforme seu modo de pensar e agir.
Os maiores revolucionários da história nunca precisaram atirar uma bala, eles apenas deixaram um legado. Os seus exemplos de vida eram muito mais potentes do que qualquer arsenal construído pela Humanidade.
Provavelmente, pensando nisso Paulo tenha afirmado: “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12:2).
Mudar não é fácil, talvez por isso cobremos tanto a transformação na vida dos outros e nos esquecemos de mudar a nós mesmo. Todavia, não existe crescimento se não houver coragem para mudar hábitos e pensamentos.

Seja a transformação que você espera dos outros!

19 novembro 2013

É Preciso ter Coragem para Mudar

A mudança é um grande desafio. Para implementá-la é preciso ter coragem e ousadia. Também se faz necessário analisar se o tempo é propício para uma revolução.
Toda mudança produz incertezas, temores e desconfiança. Dessa forma, é preciso habilidade para realizá-las, para não causar conflitos nos relacionamentos. Também é preciso perspicácia, caso contrário, poderá perder a credibilidade perante a sociedade.
Um dos grandes exemplos de transformação foi dado pelo Senhor Jesus. Se analisarmos bem, seus ensinamentos propunham uma mudança radical de pensamento e atitudes. Suas ideias eram modernas demais para o seu tempo.
O grande conflito entre o Messias e os religiosos da época era que as mudanças propostas por Jesus, embora embasadas na lei mosaica, conflitavam com os ideais desses líderes.
Entretanto, Jesus não abriu mão de seu projeto, permaneceu firme em sua posição. O Mestre ensinou através de sua vida que toda mudança requer sacrifício.
Muitos projetos foram abortados, empreendimentos faliram e famílias foram destruídas porque seus idealizadores não tiveram a coragem de mudar.
Permanecer arraigado à estratégias do passado, é o grande inimigo de todo projeto. É preciso ampliar a visão, permitir ser conquistado pelo novo, desde que esse não mexa com as estruturas.
Ao lembrarmos da vida de Jesus chegaremos à conclusão de que a coragem para realizar a mudança é o grande diferencial entre os vencedores e os perdedores.
Enquanto Jesus enfrentou os desafios da mudança e revolucionou a história, os religiosos de sua época sucumbiram em meio aos seus pensamentos retrógrados.

Toda mudança requer coragem, pois é necessário fazer grandes sacrifícios para alcançar o objetivo proposto. Aliás, ninguém compra uma ideia que o seu idealizador não acredite.

18 novembro 2013

O Diferencial para Conquista

Estava me lembrando do episódio em que Davi venceu o gigante Golias e como nossa geração se parece muito com aqueles soldados israelitas diante da afronta do filisteu. Isso me fez pensar nos três grupos de pessoas que podem ser encontrados dentro da igreja.
No primeiro grupo estão aqueles que veem o gigante e fogem; o segundo é composto pelos que veem o gigante e paralisam e o terceiro grupo é constituído daqueles que veem o gigante e partem para cima.
Aqueles que fazem parte do primeiro grupo tendem a ficar murmurando contra Deus; os que compõem o segundo grupo jogam a culpa do seu fracasso para cima dos outros e os do terceiro grupo se lançam na total dependência de Deus para vencer o desafio.
O que determina a vitória ou derrota diante de um grande desafio é a nossa atitude diante deles. Não adianta possuir grandes habilidades, conhecimento e fama, é preciso saber agir e reagir na hora certa, no momento apropriado, sem deixar de lado a confiança naquele que é Senhor de nossas vidas.
O grande diferencial na vida de Davi foi sua atitude diante da afronta do gigante. Enquanto seus conterrâneos, que, diga-se de passagem, eram soldados experientes, fugiram ou ficaram estáticos, aquele garoto aceitou o desafio de derrubar o gigante.

A diferença entre o vitorioso e o fracassado está sempre na reação. A escolha que fazemos é o diferencial para a conquista.

07 novembro 2013

O Valor dos Relacionamentos

Não há nada mais importante no mundo do que um relacionamento. Nem mesmo o trabalho pode interferir no tempo de qualidade que você deve cultivar com as pessoas amadas.
Infelizmente, a atual geração está agindo na contra mão, valorizando mais o ter, as conquistas pessoais, o dinheiro, a fama e os projetos para o futuro do que os relacionamentos afetivos.
Atualmente, poucos se envolvem em um relacionamento sério. Quase ninguém está preocupado em fazer amigos, em ter alguém que possa compartilhar sua vida, ou contar nas horas difíceis.
Vivemos em uma sociedade egocêntrica onde o homem perdeu todo o valor. Nesse mundo a vida se resume apenas nos bens a serem alcançados.  As pessoas agem como se o tempo da juventude fosse durar para sempre.
A humanidade acabou se esquecendo que a única coisa realmente valiosa, pela qual vale à pena lutar durante a curta odisséia da vida, são os relacionamentos interpessoais adquiridos ao logo do tempo.
O dinheiro, os bens e a fama perdem o valor quando se chega ao final da caminhada sem ninguém para compartilhar os seus benefícios. Tudo isso só tem importância quando os relacionamentos são cultivados, trazendo a alegria da companhia das pessoas amadas.

Valorize cada segundo das oportunidades de estar com aqueles a quem você ama. Nunca deixe que as situações tirem o prazer de estar na companhia da família e dos amigos, pois, no final, percebemos que esse é o bem mais precioso da humanidade. 

VENCENDO A PRODIGALIDADE