12 fevereiro 2013

Destruindo as Raízes do Ódio


As feridas causadas por outra pessoa são mais difíceis de superar do que se pensa. Elas têm o poder de criar barreiras e destruir tudo aquilo que fora construído durante anos de relacionamento.
Quando não são tratadas, a pessoa ferida passa a ser governada pelos sentimentos de amargura, raiva, rancor e ressentimento. O amor de outrora da lugar ao ódio, e este corrói o coração de uma forma implacável.
Quando as raízes do ódio se espalham começam a dominar o coração, como se fossem ervas daninhas, sugando todas as resistências do indivíduo, deixando apenas um lastro de amargura e ressentimento.
O único tratamento capaz de destruir por completo o ódio é o perdão. Não adianta tentar esquecer, fingir que não aconteceu, ou ignorar os fatos e a pessoa que o magoou. A cura só acontece quando o perdão é liberado.
Perdoar é uma atitude, onde a pessoa libera o outro da culpa. Isso não depende de sentimento, caso contrário nunca aconteceria. Ele significa abrir mão da raiva e dar lugar à pacificação.
Também não se perdoa porque o outro mereça ser perdoado. O perdão é uma escolha inteligente, que destrói as barreiras criadas pela amargura e as raízes produzidas pelo ódio, arraigadas ao coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VENCENDO A PRODIGALIDADE