27 novembro 2012

O CUIDADO DE DEUS


Nem sempre as coisas saem como planejamos. Volta e meia somos surpreendidos por situações inesperadas que destroem todas as nossas expectativas.
Isso nos faz lembrar que tanto o presente quanto o futuro estão nas mãos do Senhor. É Ele quem cuida das nossas vidas e tem tudo preparado, mesmo quando achamos que as coisas saíram do controle.
Não sabemos o que acontecerá amanhã, cabe a nós confiar na fidelidade do Senhor e no seu cuidado para com seus filhos. Por mais que pareça estranho, ele está no controle da situação.
Nem tudo que desejamos é bom, temos um coração enganoso e um pensamento sobre o futuro limitado. A Bíblia diz: “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.” (Jeremias 29: 11).
O segredo para entender a situação em que estamos vivendo é confiar completamente no cuidado de Deus. Ele sabe tudo que necessitamos e trabalha para suprir todas as nossas necessidades.
Mesmo aqueles momentos caóticos, onde a esperança parece estar desaparecendo, o Senhor está trabalhando para cumprir todo propósito reservado aqueles que o amam. Não se preocupe, pois Ele sabe qual é o melhor futuro para todos nós.

20 novembro 2012

UMA CONFIANÇA INABALÁVEL


Já reparou como os problemas têm o poder de nos tirar o foco? Nos momentos de aflição somos tomados por diversos pensamentos, a maioria deles tentando abalar a nossa confiança no Criador.
Esse tipo de sentimento não é exclusividade de alguns, mas todo indivíduo passa por esse tipo de problema. Uma breve leitura da Bíblia mostrará como até mesmo os grandes homens sofreram com pensamentos angustiantes.
Com isso aprendemos que a diferença não está nas angústias do coração, mas na confiança inabalável no Senhor. A maneira como reagimos diante das dificuldades e colocamos a nossa fé na bondade e misericórdia Eterna de Deus é o grande diferencial.
Em um de seus salmos o grande Rei Davi declarou: “As angústias do meu coração se multiplicaram; liberta-me da minha aflição. Olha para a minha tribulação e o meu sofrimento, e perdoa todos os meus pecados.” (Salmos 25: 17-18).
O texto acima mostra a confiança inabalável do salmista no Deus que é capaz de cuidar do seu coração, transformando a angústia em alegria e mudando a sua história.
O salmo não é uma reclamação, nem uma indignação contra Deus, mas uma declaração de na providência e cuidado do Eterno com os seus filhos.
O salmista nos ensina a confiar completamente no Senhor, colocando diante dele todas as angústias da nossa alma. Ele nos mostra que a cura da ansiedade e a libertação dos pecados vêm da confiança inabalável no Todo Poderoso.

13 novembro 2012

O PECADO MORA AO LADO


É interessante como o ser humano se preocupa demasiadamente com algumas coisas e acaba se esquecendo de outras, tão importantes quanto.
Uma dessas preocupações diz respeito ao pecado. Em sua luta diária para vencer esse mal ele acaba se preocupando demais com determinadas atitudes e deixando de lado outras, com mesmo peso, com mesmo valor, diante de Deus.
Fala-se tanto no adultério, na prostituição, na pornografia, no roubo e no assassinato, mas se esquece de atitudes capazes de causar tanto estrago como as primeiras.
Poucas pessoas se preocupam com a mentira, com a ira, com a corrupção, com o falso testemunho, com a cobiça dos bens alheios, com a fofoca e muitos outros pecados, que passam despercebidos, mas que maculam o seu relacionamento com o Eterno.
O pecado é um inimigo que mora ao lado e vive batendo em sua porta, buscando apenas uma oportunidade de entrar e causar a destruição completa na sua vida. Ele chega sorrateiramente, disfarçado em um manto de pureza, com uma aparência de alegria e promessas de vida, porém, no final deixa sempre o amargo gosto da morte.
Para vencê-lo é necessário renúncia, perseverança e conhecimento. A renúncia aponta para a entrega completa da sua vida nas mãos do Senhor Jesus, renegando suas próprias vontades. A perseverança fala do seu estilo de vida e da convicção de onde está firmado. O conhecimento fala da sua busca para alcançar uma intimidade maior com o Mestre.
A vitória sobre o pecado também depende do seu nível de vigilância e atenção, que o capacitará a não ceder as investidas do maligno, além de fechar a porta do seu coração para todos os desejos que possam afastá-lo da presença do Todo Poderoso.

07 novembro 2012

MAIS DO QUE PALAVRAS


Adoração não é apenas um momento onde cantamos algumas músicas, pulamos, ou batemos palmas. Ela é a expressão de vida, está ligada a todas as atitudes de uma pessoa e da intensidade de sua entrega ao Criador. Tudo que uma pessoa faz, independente do lugar onde esteja, é adoração.
Não basta apenas dizer algumas palavras bonitas, ensaiar alguns passos, cantar algumas músicas, chorar, dançar, pular ou bater palma. Essas coisas qualquer um faz em um show de música do grupo preferido.
A adoração é um estilo de vida, uma entrega completa, onde realizar o desejo do Eterno, através da fidelidade, é o objetivo principal. Aliás, é impossível falar de adoração sem falar de fidelidade.
Como pode alguém dizer adorar a Deus, mas suas atitudes demonstrarem justamente ao contrário? Olha o que diz a Bíblia: “Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. A adoração que me prestam só é feita de regras ensinadas por homens.” (Isaías 29: 13).
Palavras bonitas, aparentemente persuasivas, não tocam o coração de Deus. Ele não quer ouvir a falsidade de suas palavras, mas a verdade do seu coração.
As suas atitudes diárias, o seu testemunho, sua obediência e sua fidelidade tocam muito mais ao coração de Deus do que todas as palavras que saem dos seus lábios.

03 novembro 2012

O PRIMEIRO LUGAR


A humanidade vive correndo atrás de novas oportunidades, novos conhecimentos, novos empreendimentos, etc. é uma busca incessante para alcançar objetivos incapazes de satisfazer, por completo, suas necessidades.
Se observarmos atentamente, as coisas desejadas hoje perderão seu valor amanhã.  Aquilo que é valioso nesse momento, no futuro já não tem mais valor alguma. A tendência é se desvalorizar a cada dia.
Por isso, Jesus ensinou a buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, pois todas as outras coisas seriam acrescentadas. Isso significa confiar completamente na provisão divina para sua vida.
Ao contrário do que muita gente pensa, isso não significa parar de trabalhar, nem é um chamado a ociosidade. O Mestre estava ensinando aos seus discípulos sobre a importância da renúncia.
Segundo Ele, ninguém pode alcançar as bênçãos de Deus sem antes renunciar suas próprias vontades em prol do Reino de Deus. Para experimentar as coisas prometidas pelo Eterno é necessário, em primeiro lugar, abrir mão das suas próprias vontades.
Pode parecer contraditório, mas é completamente normal em qualquer circunstância. Vamos observar as coisas do ponto de vista corporativista. Um funcionário só alcança determinados cargos de confiança quando é capaz de largar tudo e abraçar a causa da empresa. Na maioria dos casos ele tem que abrir mão até da família.
Um esportista só alcança seus objetivos se abrir mão das vontades do seu corpo. Para ser o primeiro ele tem que mudar sua rotina, sua alimentação, o horário de acordar, o horário de dormir, dentre muitas outras abdicações que precisa fazer para chegar ao pódio.
Um casal precisa deixar de lado muitas coisas até chegar ao altar. Para realizar esse objetivo eles precisam redefinir suas prioridades financeiras, deixar de lado algumas atividades, algumas amizades, etc.
Poderíamos seguir falando de diversas atividades da vida cotidiana onde só se conquista o objetivo se decidir abrir mão de alguma coisa para alcançar outras. Da mesma forma, para vivenciar as promessas de Deus é preciso abdicar de sua vontade para alcançar o Reino de Deus. Não existe outra maneira de fazer isso, se não renunciado a carne, ou melhor, os desejos pessoais.
Não basta tomar algumas atitudes, fazer apenas 99% da vontade de Deus. O Senhor não trabalha com frações, Ele só aceita 100% de você. Isso significa se entregar totalmente, deixando de lado suas próprias vontades, para fazer somente a vontade dEle.

NOSSO SOCORRO