29 outubro 2012

NÃO DÊ OUVIDOS PARA AS ACUSAÇÕES


É possível encontrar em nosso meio uma quantidade enorme de pessoas paralisadas por causa daquilo que ouviram de alguém. Elas vivem presas a essas palavras e perdem a visão do futuro. É como se a opinião dos outros fosse mais importante do que os seus projetos para o futuro.
Essa paralisia é uma das formas mais utilizadas pelo inimigo para tentar destruir os projetos de Deus na vida de alguém. Por isso, ele usa as feridas causadas pelos seus parentes, amigos, colegas de trabalho, etc. como ferramenta para destruir e manipular os seus sentimentos.
Porém, existem formas de vencer esses ataques do inimigo. A primeira maneira para vencê-lo é através do perdão. Quando você libera perdão sobre a vida daqueles que lhe feriram as correntes se quebram e há liberdade espiritual para prosseguir a caminhada.
A segunda maneira de vencer o inimigo é não valorizar o ataque dos outros contra você. Não dê atenção quando alguém tentar denegrir a sua imagem, minimizar o seu trabalho ou tentar roubar os seus projetos, permaneça firme no Senhor, pois é Ele quem lhe dá a vitória.
Em terceiro lugar, coloque todas as suas expectativas em Deus. Na maioria das vezes perdemos as batalhas porque as nossas expectativas foram colocadas na pessoa errada. Dar atenção ao que os outros dizem é uma prova disso.
Em quarto lugar, confie somente no Senhor. Todas as vezes que a confiança em Deus está abalada o inimigo consegue entrar e colocar tristeza, amargura e sofrimento. Confiar no Eterno é a melhor forma de manter o foco nos seus projetos e não permitir que as investidas do inimigo destruam sua fé.
Por fim, medite um pouco, analise todas as situações, jogue fora aquilo que não é prioridade e se desfaça de todo lixo sentimental, jogado pelo inimigo para destruir o propósito de Deus para sua vida.
Não dê ouvidos para as acusações infundadas, que os outros falam para destruir a sua paz. Permaneça firme no seu propósito, sem se preocupar com a opinião destruidora daqueles que vivem com os corações cheios de inveja pelo sucesso dos outros.

25 outubro 2012

O PECADO É UMA ESCOLHA


É normal ouvir as pessoas se defenderem do pecado cometido justificando suas atitudes na influência que sofreram de outras pessoas. Essa é uma forma de desviar o foco da sua responsabilidade e jogar a culpa do erro em terceiros, na tentativa de se isentar das consequências dos seus atos.
As pessoas podem até nos apresentar ao pecado. Apontá-lo como se fosse algo bom, maravilho e, porque não dizer, imperdível. Mas, a escolha do ato pecaminoso será sempre pessoal e intransferível.
A decisão de fazer ou não aquilo que estão querendo influenciá-lo é individual. Portanto, se há alguém tentando influenciar suas atitudes em direção ao pecado é preciso resistir à tentação e se afastar daqueles que querem levá-lo ao erro.
O salmista certa vez disse o seguinte: “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. (Salmos 1: 1,2).
O segredo para manter a santidade está nas escolhas que fazemos todos os dias; nas decisões tomadas diante do pecado que se apresenta.
As pessoas a nossa volta são apenas propagadoras do pecado. Ninguém toma você pela mão e o obriga a pecar. O pecado só acontece quando o homem sede as tentações, se deixando levar pelos desejos da carne, renunciando a palavra de Deus.
 A santidade é uma busca diária, e só depende de você! 

24 outubro 2012

A MARCA DA FIDELIDADE

A fidelidade é uma característica primordial do caráter do ser humano. Sem ela os relacionamentos passam a ficar em segundo plano, as pessoas perdem o seu real valor e a falta de compromisso passa a ser a marca do indivíduo.

Muitos relacionamentos foram destruídos, amizades foram rompidas e oportunidades perdidas por causa da falta de fidelidade de algumas pessoas. Infelizmente essa tem sido uma das características da atual geração.

Alguns defendem tal atitude baseando-se na tese da individualidade, mas acabam se esquecendo que o homem é um ser social e, portanto, deve seguir as regras estabelecidas pelo grupo onde convive. 

Além de destruir os relacionamentos, a infidelidade pode causar diversos traumas no ser humano. Afinal, ela atinge diretamente os sentimentos, causando feridas e mágoas que podem durar a vida inteira. 

O problema é que a infidelidade nunca é apresentada sozinha, ela vem acompanhada de várias atitudes que comprovam essa falta de caráter do infiel. Uma delas é a mentira. Uma pessoa infiel vive atolada em mentiras, pois precisam delas para esconder o seu pecado.

Os infiéis também são orgulhosos e egoístas. Eles não conseguem assumir o seu erro, estão sempre certos e com olhar altivo. Outra característica importante dessas pessoas é o egoísmo, pois esse tipo de gente só pensa em satisfazer seus próprios desejos, deixando o bem estar dos outros em segundo plano. 

Em contra partida, a fidelidade é a marca das pessoas com caráter ilibado. Elas apresentam características em seu comportamento que apontam para sua lealdade, responsabilidade e amor por aqueles com quem convivem.

Uma pessoa fiel está sempre preocupada com os relacionamentos. Mais do que isso, ela trabalha para manter a paz e a unidade com aqueles a quem ama. Suas atitudes são tomadas para promover o bem estar dos outros.

Para vencer a infidelidade é preciso renunciar o seu egoísmo, reconhecer os seus erros e tomar uma nova postura. A fidelidade é uma escolha de vida e demonstra o nível de tratamento do caráter do indivíduo.



17 outubro 2012

O PODER DO PERDÃO


Muitas famílias permanecem destruídas, casais se separam, filhos não procuram os pais e amizades são rompidas pela falta de perdão. Essas pessoas vivem magoadas por algum acontecimento do passado, presas a um sentimento devastador, sem perceber que é possível encontrar cura para os seus corações.
Existem pessoas que passam a vida inteira ignorando o poder do perdão. Afinal, ele está ligado a uma decisão individual e que deve ser tomada espontaneamente pela pessoa.
O perdão tem o poder de curar o coração ferido. Quando o indivíduo reconhece a necessidade de tomar a atitude de perdoar, as feridas causadas pela mágoa, a amargura e a dor deixam de ser os sentimentos dominadores do coração, dando lugar a alegria.
Ele também tem o poder de curar relacionamentos. Todas as vezes que alguém perdoa o outro, passa a desfrutar de uma restauração completa dos relacionamentos. Amizades são restauradas, famílias reconstruídas e filhos voltam para o lar.
Perdoar, em muitos casos, atinge até a saúde física do indivíduo, visto que a somatização pode causar inúmeras doenças. Várias pessoas sentem diversos sintomas, mas quando procuram o médico, ele diz não haver nenhum problema físico.
E realmente não há, tudo que a pessoa está sentindo é fruto da mágoa, do rancor e do ódio instalado em seu coração. Por não perdoar, acaba tendo reações em seu corpo, como se realmente estivesse doente.
O perdão tem o poder de limpar o coração da sujeira causada pela mágoa e restaurar os corações, antes destruídos por esse sentimento. Ele age como um remédio, curando completamente as feridas da alma.

11 outubro 2012

O ALVO DA ADORAÇÃO


A adoração é uma atitude espontânea do coração humano em direção ao objeto a ser adorado. Digo objeto, pois ela pode ser direcionada a qualquer coisa em que o adorador coloque o seu coração.
Existem pessoas que adoram ao Deus vivo, outras levantam outros deuses como dinheiro, carro, casa, natureza e vários outros elementos existem no universo. É bem verdade que algumas divindades são frutos da imaginação humana, e nem sempre condizem com a realidade.
Mas, a verdade é que, a adoração, quando não direcionada ao Eterno, estará sendo ministrada a outra divindade, roubando aquilo que é de direito do Criador.
Segundo a Palavra de Deus, Ele não divide sua glória com ninguém. Sendo assim, todas as vezes que uma pessoa volta a sua adoração a qualquer outro objeto está se distanciando da vontade do Senhor e atraindo maldição sobre a sua vida.
O zelo de Deus quanto à adoração é tão grande que Ele não permitiu fazer nenhum tipo de imagem sua. Quando Israel, ou qualquer outra pessoa, quis fazer uma imagem do Eterno foi repreendido de forma veemente.
A adoração humana precisa estar direcionada a pessoa correta, para não correr o risco de entregar o seu coração a um deus que não existe e que acabará roubando o culto ao verdadeiro Deus.
O Eterno não permite a dualidade na adoração. O coração do adorador deve estar voltado completamente a Ele. Sendo assim, não existe a possibilidade de agradar a Deus com o coração preso em outro lugar.
Portanto, não pode haver outro alvo na adoração do homem, a não ser o Senhor. Qualquer coisa que receba algum tipo de veneração está roubando o lugar do Eterno.

09 outubro 2012

O MAIOR DOS ENCONTROS


Você pode passar a vida inteira fugindo do seu encontro com Deus. Pode se esconder atrás de um vício, de uma ideologia, de uma vontade, de uma crença pessoal, ou de qualquer outro modo de fuga, para disfarçar sua necessidade de encontrar-se com o criador.
Mas, na verdade ninguém consegue fugir do Todo Poderoso eternamente. Na agenda de Deus já existe um encontro marcado para cada um de nós. Isso não depende de você acreditar ou não, é apenas um fato.
A única coisa a ser feita é a escolha de como será esse encontro. A maneira como leva à vida, as escolhas feitas diariamente, a obediência a vontade de Deus e o quanto se preparou para esse momento é o que fará a diferença nesse encontro.
Você pode até não acreditar que depois de tudo ainda exista alguma coisa. Isso é um direito seu, mas, depois, quando o fim chegar, talvez seja tarde demais.
Ninguém é obrigado a acreditar no criador, as pessoas podem até não compartilhar da mesma opinião, cada um pode dizer ter a sua própria verdade guardada no coração, mas ninguém nunca poderá dizer que não ouviu falar do salvador.
O princípio da salvação está em confessar a Jesus como único Senhor e Salvador de sua vida. Em buscar fazer a sua vontade, obedecendo aos seus princípios. "Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo." (Romanos 10: 9).
É preciso estar preparado a todo instante para o maior de todos os encontros, pois ele definirá toda sua eternidade. Enquanto houver vida, ainda há esperança. A salvação depende apenas de uma breve confissão.

08 outubro 2012

A VIDA É FEITA DE CICLOS


A vida é feito de ciclos, de altos e baixos. Durante determinado período de tempo parece estar tudo bem, em outros momentos as coisas desandam de forma inexplicável.
Embora esses momentos sejam ruins, eles são importantes, pois é por causa desse ciclo que desenvolvemos diversas habilidades, descobrimos novos caminhos, temos novos encontros e reencontros com a vida.
Nessas horas se aprende a necessidade de estar perto das pessoas amadas, a valorizar as pequenas coisas, a abandonar velhos hábitos e desejar novas conquistas.
Os problemas têm a capacidade de tirar a pessoa da sua zona de conforto, apresentando novas oportunidades para o desenvolvimento físico e espiritual.
Quantas vezes você já se encontrou parado, satisfeito com a mesmice do dia a dia, e de repente, por causa de um problema, se sentiu desafiado a mudar? Isso acontece todos os dias, e saber compreender esses momentos é essencial para alcançar o crescimento.
Os ciclos desenvolvem um papel importante na vida, pois proporcionam a oportunidade de mudança. Basta acontecer alguma coisa diferente e a pessoa já começa a procurar novas estratégias para vencer as dificuldades que se apresentam.
A pior coisa a se fazer nesses momentos é permanecer estático, fingindo que nada está acontecendo, esperando as coisas voltarem ao normal. Essa atitude pode trazer sérias consequências.
A vida pode ser comparada as estações do ano. Em cada uma delas existem coisas boas e ruins, pelo menos aos olhos humanos, mas para o Criador, elas fazem parte de um ciclo que inclui renovo, fortalecimento, crescimento e frutificação.
Da mesma forma, todas as vezes que uma pessoa passa por períodos de dificuldades está passando por cada uma dessas etapas, até chegar à maturidade.
Todo ciclo tem um propósito. Ele nunca acontece de forma aleatória. Prestar a atenção nos sinais a sua volta é essencial para ultrapassar os obstáculos e alcançar o crescimento. Portanto, aprenda a tirar proveito de cada momento da vida.

05 outubro 2012

GERAÇÃO EGOCÊNTRICA


Nunca se viu uma geração tão egoísta como a atual. As pessoas só querem satisfazer os seus próprios desejos. Para isso, passam por cima dos outros como rolos compressores, esmagando tudo a sua frente.
Parece que o egocentrismo tem dominado o ser humano de uma forma implacável. Se antes era possível encontrar algumas pessoas preocupadas em fazer o bem ao seu próximo, hoje elas viraram “espécies” em extinção.
Não é apenas uma questão de almejar coisas melhores, isso até é algo natural, o fato é que a maioria está se esquecendo das pessoas e valorizando mais as coisas.
Essa valorização daquilo que é material, em detrimento do ser humano, é um vestígio, da ânsia em satisfazer apenas o próprio ego. Pessoas egoístas não conseguem olhar a sua volta e sentir compaixão dos demais. Tudo que elas fazem está voltado para a realização individual.
Se observado mais profundamente, o egocentrismo é uma deificação pessoal. Ele é uma renúncia dos valores divinos, para exaltação das suas próprias vontades, em busca de auto-realização.
Esse é o motivo de Jesus ensinar dizendo: “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.” (Lucas 9: 23). Não existe outra forma de vencer o egocentrismo, a não ser através da renúncia.
É preciso parar de olhar para o seu umbigo, aprender a valorizar os outros e procurar fazer as coisas voltadas para o bem estar da comunidade, pois somente dessa forma conseguirá vencer as armadilhas do ego.

03 outubro 2012

ATITUDES PARA VENCER O PECADO


Vencer o pecado não é nada fácil. Todos os dias ele bate a porta do coração, buscando apenas uma oportunidade para entrar. Ele tem diversas formas de seduzir e sempre se apresenta da forma mais bela. O objetivo do pecado é sempre seduzir o homem, destruindo suas fortalezas espirituais, com a finalidade de afastá-lo de Deus.
Nessa luta diária, não importa quem você é, quanto tempo serve a Deus, ou se exerce algum ministério dentro da igreja, se não vigiar, certamente, caíra nas suas garras.
A única forma de vencê-lo é através da renúncia, da constante vigilância, fortalecendo-se através da leitura da palavra de Deus, orando e se afastando da aparência do mal.
Cada atitude relacionada acima tem uma importância muito grande na luta contra o pecado. Praticá-las corretamente ajudará na obtenção da vitória.
Algumas pessoas pensam que vencer o pecado é uma questão de milagre. Elas imaginam que após a sua conversão terão apenas que ir a igreja e está tudo certo, o pecado já foi vencido e agora é não tem mais que se preocupar com isso.
É justamente nessa armadilha que muitos vêm caindo todos os dias, pois pararam de buscar a presença de Deus e se envolveram com as coisas desse mundo.
O Eterno criou o homem para manter total relacionamento com Ele. Todos as vezes que os filhos de Adão pecam estão destruindo a base do seu contato com o criador, além de atrair maldição sobre suas vidas.
Vencer o pecado é uma atitude diária, ela requer muita força de vontade, renúncia, coragem e honestidade de propósito. E, normalmente, só toma essa atitude aqueles que se sentiram constrangidos pelo amor de Deus.

01 outubro 2012

ATITUDES QUE HONRAM A DEUS


A todo instante existem pessoas olhando para suas atitudes. Por isso, é preciso estar atento a cada movimento, a fim de não ser motivo de escândalo para o Reino de Deus.
Muita gente anda sem a menor preocupação, fazendo e falando coisas vergonhosas, que só denigrem o nome de Jesus. A maioria delas está envolvida com o pecado, sem se preocupar com as consequências dos seus atos.
Elas esquecem que carregam o peso da responsabilidade de um nome. Quando cometem alguma infração estão denegrindo todo o corpo de Cristo, trazendo vergonha e humilhação ao povo de Deus.
Por isso, é preciso assumir a responsabilidade de andar como Jesus ensinou, procurando cumprir os seus mandamentos, lembrando sempre que foi chamado para ser motivo de honra, e não de vergonha.
Isso significa fazer da sua vida um outdoor, erguido em meio a uma via pública, para chamar a atenção de todos os que passam.  Portanto, é preciso estar em constante vigilância, olhando para não se deixar levar pelas coisas do mundo, para que o nome de Jesus seja Glorificado.
Você não foi criado para envergonhar o nome do Senhor. Foi feito para ser motivo de honra, manifestando sempre o amor e a bondade do Criador, a fim de que vejam a sua luz e voltem os seus olhos para o Ele.
Dessa forma, é preciso estar em constante vigilância, pensando antes de fazer, ou falar, qualquer coisa, para não dar motivo de falarem mal do evangelho e de envergonhar o nome do Senhor.
Seja um exemplo para todos a sua volta, você não foi criado para ser motivo de vergonha, pelo contrário, deve ser um exemplo, glorificando o nome do Senhor em tudo o que faz.

PROFISSIONAIS HUMANOS